Entrevistas

És português e queres ir trabalhar para São Paulo? O Hugo Veiga dá uma ajuda.

por Criazine 25 Set 2015

hugoveiga

Hugo Veiga dispensa apresentações, quer no Brasil, quer em Portugal. Co-criou o fenómeno ultra-premiado Real Beauty Sketch para a Dove, que é também o comercial mais visto de sempre no YouTube. Trabalhou em Portugal e há alguns anos que se aventurou pelo mercado brasileiro, atualmente é Creative Director da AKQA São Paulo e estes são so seus 10 mandamentos dirigidos aos publicitários portugueses que se queiram aventurar em São Paulo.

10 mandamentos para um publicitário português que se queira dar bem em São Paulo:

Ama a Propaganda sobre todas as coisas.

Brasileiros não são apenas apaixonados por criatividade. São obcecados.

Não invocarás trocadilhos em vão.

“Wortens Sempre” da vida dão direito a extradição permanente.

Honra o sorriso e o positivismo.

Diariamente vais lidar com pessoas felizes. Uma vez perguntei a um sem-abrigo se estava tudo bem com ele. Ao que me respondeu com um sorrisão de poucos dentes “Se melhorar, não aguento”. Sem mais, no Brasil: menos ais, menos ais, menos ais.

Guarda domingos e festas de guarda.

Pelo menos aqueles que conseguires. O ritmo da maioria das agências costuma engolir fins de semana e feriados. Infelizmente, terás de aprender a aceitar isso. Uma vez disseram-me que para a cadeira onde eu estava sentado existia uma fila de 200 criativos. É um ambiente competitivo, que exige o máximo de ti.

Não matarás.

Mas irás pensar nisso durante o intenso trânsito de São Paulo. As burocracias aqui também são de tirar a paciência a um Santo. Por isso, para tratares de papelada é melhor contares com a agência que te contratar. Se não for esse o caso, contrata um despachante. 

Pecarás contra a castidade.

Se te queres destacar como profissional tens que desbravar territórios virgens. Fórmulas não levam a lado nenhum. Se vieres para o Brasil, encara como uma oportunidade de crescer como profissional. De te surpreenderes a cada ideia.

Roubar-te-ás.

O Brasil vai te mudar e, segundo todos os portugueses que conheço aqui, para melhor. Pessoal e profissionalmente. 

Não levantes falsos testemunhos.

O mercado aqui pode ser maior que o português, mas não deixa de ser um ovo e as notícias espalham-se rapidamente. Para o bem e para o mal.

Não desejes o briefing do próximo.

Foca no que tens em cima da mesa. Não existem maus briefings, mas sim maus criativos.

Não cobices o imediatismo.

Se conseguires um espaço aqui, não fantasies que estarás a ganhar um grande número de leões em Cannes no ano seguinte. Apesar de falar a mesma língua, o mercado brasileiro é um organismo gringo para nós. Vais precisar de tempo para te adaptar, mas vais adorar.

Hugo Veiga, Creative Director da AKQA São Paulo.

Partilhar